Arquitetura, Engenharia e Construções.

Siga-nos

Fachadas

É possível aliar a estética e manter o desempenho adequado?

As fachadas têm a função de proteger a edificação da incidência de agentes externos, de forma que a estética não deve ser a única prioridade. É claro que uma fachada diferente e bonita é capaz de encher os olhos daqueles que passam na frente de um edifício, pois esta é a parte da edificação que trará o primeiro impacto positivo ou negativo ao usuário. - Mas, será que uma fachada bonita sempre atenderá as funções que as mesmas devem desempenhar? - A resposta nem sempre é positiva, pois existem vários fatores que devem ser considerados na execução de uma fachada, e aqui são listados alguns.

- Projeto: Uma fachada deve ser projetada para atender as condições externas e internas especiais a cada caso. Não faz sentido termos projetos padrões para fachadas que consideram realidades distintas. Além disso, é na fase de projeto que devem ser definidas as especificações necessárias para que a envolvente da edificação atenda ais requisitos de desempenho, que de acordo com a ABNT NBR 15575: 2013 deve ser de

- Mão-de-obra: Deve ser especializada e constantemente passar por treinamento que tenham o objetivo de qualificação para melhoria continua dos processos construtivos.

- Materiais utilizados: Os materiais à serem utilizados devem ser criteriosamente selecionados, e jamais utilize materiais que não sejam recomendados para determinadas situações. Por exemplo, uma argmassa colante tipo 1 (ACI) jamais deve ser utilizada no assentamento de placas cerâmicas em superfícies externas, onde é recomendada no mínimo a ACII ou até mesmo ACIII, dependendo dos casos.

Leia Mais.
1 2 3 4